Domingo, 9 de Dezembro de 2007

DARFUR

Uma coisa me chama atenção pelo fato de não chamar atenção: o conflito em Darfur! Milhares de pessoas já foram mortas e nada tem sido feito pra mudar essa situação.Como sempre interesses econômicos internacionais estão em jogo, e nada concreto é articulado para evitar que outras pessoas morram ou fujam de suas casa ou que outras mulheres não sejam diariamente estupradas...  textinho que eu escrevi para um trabalho:


Os conflitos no Sudão têm origem na política de separação britânica que favoreceu os árabes do Sudão em detrimento dos negros – africanos. É uma resposta à política de arabização e islamização empreendida desde então pelos governos de Cartum. E, antes de tudo, constitui-se como um problema de desigualdade social e de acesso ao poder.

Integrado ao Sudão em 1916, Darfur é uma região desértica que faz fronteira com o Chade. Após a independência do Sudão, Darfur foi marginalizada econômica e politicamente pelo regime da elite árabe de Cartum. O conflito, muitas vezes, é apresentado como um conflito étnico, entre tribos de agricultores, pela disputa de escassos recursos naturais como a água e terras cultiváveis. Sem dúvida as difíceis condições climáticas alimentam o conflito, mas a guerra em Darfur eclodiu em 2003, quando rebeldes separatistas empreenderam uma luta contra o que eles afirmam ser o motivo dos problemas na região: o caráter elitista do governo ao qual estavam subordinados. Exigiam a divisão dos rendimentos obtidos com o petróleo recém-descoberto na região.

   Desde 1989, sob a direção de Omar el Bashir, o governo sudanês impõe a Lei marcial - que traduz a suspensão de todas as (ou parte das) liberdades fundamentais do cidadão, principalmente a de se reunir, de manifestar sua opinião e de não ser preso sem fundamento judicial -, suspende instituições democráticas e aplica a sharia – a Lei Islâmica, de forma rigorosa. Para esmagar a rebelião o governo utilizou grupos armados árabes - os janjaweed - que apoiados pelo exército queimam aldeias inteiras, massacram, violam e executam sumariamente civis, sob o argumento de que eles apóiam as forças rebeldes. O regime sudanês tem colaborado com a dizimação e a fuga de comunidades inteiras.

O governo de Cartum está arabizando a região repovoando as aldeias queimadas e destruídas com árabes de regiões vizinhas, conferindo inclusive documentos de identificação sudanesa para essas pessoas. No Sudão, os árabes são minoria. Logo, para a elite árabe do Sudão é urgente evitar uma aliança que vise tomar o poder na região, onde se encontram reservas de petróleo significativas.

As autoridades sudanesas negam o envolvimento direto, fingindo aceitar as resoluções das Nações Unidas, continuando a apoiar as ações das milícias janjaweed. A tática do governo tem sido aparentar uma postura conciliatória quanto às exigências internacionais, mas acaba obstruindo as resoluções da ONU.

Um destacamento de 7 mil homens da União Africana foi enviado ao Sudão para conter e solucionar o problema. Especialistas no assunto afirmam, no entanto, que esse destacamento nada pode fazer alem de “assistir a matança” e que envia-la a Darfur foi “a maneira de que o mundo encontrou para não fazer nada, sem admitir que não esta fazendo nada” (Folha de São Paulo, 08/10/2005). Segundo ativistas de direitos humanos, os rendimentos obtidos com o petróleo permitem ao governo do Sudão seguir comprando armas para a milícia Janjaweed e manter as ações em Darfur.

A China como maior importadora do petróleo sudanês contribuído com as ações do regime de Cartum, financeira e politicamente, usando seu assento permanente no Conselho de Segurança da ONU para proteger o Sudão da resolução 1706 (de agosto de 2006), que autoriza o envio de uma força de paz mais robusta. A organização de direitos humanos da Anistia Internacional (AI) divulgou relatório acusando a China e a Rússia de continuamente fornecerem armas ao Sudão, violando um embargo imposto pela ONU em março de 2005. Segundo a  AI, tais armamentos acabam nas mãos da milícia.

....: ainda empurrando
música: poema

publicado por janaineaires às 22:06
link do post | comentar | favorito
|

.+ eu

.pesquisar

 

.Abril 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.ultimos postz

. À CAMBADA DE FILHOS DA PU...

. E tem sido assim

. Poraí

. E quem foi Benazir Bhutto...

. cidadania paraibana ?

. mais veja só!

. ...

. ...

. TIROS

. “Jornal Underground prega...

. ...

. rodo cotidiano

. ...

. ...

. ...

.arquivados

SAPO Blogs

.subscrever feeds