Sábado, 29 de Dezembro de 2007

E quem foi Benazir Bhutto?



       Tanta repercussão de um atentado bomba no Paquistão.... e eu fui atrás de saber o motivo!


    Primeira mulher da história a governar um país muçulmano.Herdeira de uma dinastia de latifundiários, estudou nas Universidades de Harvard e Oxford. Mantinha com o ocidente boas relações. Benazir, que liderava o Partido Popular do Paquistão (PPP), viveu exilada entre Reino Unido e Dubai, capital comercial dos Emirados Árabes Unidos.
    A ex-primeira-ministra queria liderar seu partido nas eleições legislativas previstas para a metade de janeiro de 2008. O pai de Benazir, Zulfiqar Ali Bhutto, primeiro chefe de governo populista do Paquistão, foi deposto em um golpe de Estado e enforcado pelo ditador militar Zia-ul-Haq em 1979. Bernazir governou o país por duas vezes de 1988 a 1990e de 1993 a 1996. Não completou nenhum, encurralada pelas crescentes denuncias de corrupção.
    Após a morte do assassino de seu pai, o Ditador Zia, e, através de uma eleição, Benarzir Bhuttoo foi lançada ao cargo de Primeira Ministra. No entanto, em 6 de agosto de 1990, o presidente Ishaq Khan a destitui por acusações de abuso de poder, nepotismo e corrupção, dissolveu a Assembléia e convocou um novo pleito.
    Bhutto voltou ao poder em outubro de 1993, mas após três anos foi novamente destituída por corrupção, improbidade administrativa e pela morte extrajudicial de detentos. Em 1999, optou por um exílio voluntário ( uma tentativa de fugir dos processos que caiam sobre ela, inocente ou culpada deles?? não se sabe...) que só acabou agora quando ela teve garantida uma anistia, veio com a pretensiosa tarefa de "fazer o paquistão caminhar pelos caminhos da democracia", enquanto que o país vivia sob regime ditatorial...
    Apesar de "repudiar" a ditadura de Musharraf durante os anos de exílio em que continuou comandando o PPP, principal força de oposição no Parlamento, Bhutto acabou por negociar com o ditador e chefe do Exército paquistanês. Seu acordo de divisão de poderes com Musharraf decepcionou muitas partidários de Bhutto, que consideram uma traição um acordo com os militares que acabaram com o governo e a vida de seu pai. Inclusive membros de sua família lamentaram em particular a atitude da ex-premiê, criticada por sua teimosia e incapacidade de seguir os conselhos de quem conhece o Paquistão atual, já que durante 19 anos, no total, ela morou no exterior.
    Benazir já havia sobrevivido em outubro ao maior atentado da história do Paquistão, executado em meio à concentração popular que a acompanhava após regressar de um exílio de oito anos no exterior. Dessa vez... a bomba foi certeira!

publicado por janaineaires às 17:13
link do post | comentar | favorito
|

.+ eu

.pesquisar

 

.Abril 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.ultimos postz

. À CAMBADA DE FILHOS DA PU...

. E tem sido assim

. Poraí

. E quem foi Benazir Bhutto...

. cidadania paraibana ?

. mais veja só!

. ...

. ...

. TIROS

. “Jornal Underground prega...

. ...

. rodo cotidiano

. ...

. ...

. ...

.arquivados

SAPO Blogs

.subscrever feeds